Aplicação de produto orgânico influência nos parâmetros biofísicos da cultura do amendoim?

Autores

  • Samira Luns Hatum de Almeida Doutoranda em Agronomia (Produção Vegetal) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, samira.lh.almeida@unesp. https://orcid.org/0000-0001-6900-1616
  • Franciele Morlin Carneiro Pós-doutoranta em Agronomia (Produção Vegetal) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, franmorlin1@gmail.com https://orcid.org/0000-0003-0117-7468
  • Jarlyson Brunno Costa Souza Mestrando em Agronomia (Produção Vegetal) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, jarlyson.brunno@unesp.br https://orcid.org/0000-0001-8556-5665
  • Armando Lopes Brito Mestrando em Agronomia (Ciência do Solo) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, armando.brito@unesp.br https://orcid.org/0000-0002-8053-0399
  • Cristiano Zerbato Professor Dr. – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, cristiano.zerbato@unesp.br https://orcid.org/0000-0002-4534-5454

DOI:

https://doi.org/10.17648/sas.v1i1.96

Palavras-chave:

Arachis hypogaea L., Bioativador, Nanotecnologia, Produtividade

Resumo

Novas alternativas de nutrição de plantas estão sendo testadas, dentre elas, estão os bioativadores de microrganismos no solo, como o Vitasoil, que estão proporcionado aumento da produtividade. Embora já tenha sido testado para algumas culturas, como soja, algodão, feijão, café e milho, ainda não há trabalho para a cultura do amendoim. Neste trabalho foi monitorado o desenvolvimento do amendoim, verificando os benefícios desse produto orgânico. Com isso este trabalho, objetivou-se avaliar os impactos de produto à base de substâncias orgânicas sobre o desenvolvimento da cultura do amendoim, verificando se houve incremento nas características biofísica desta cultura. O experimento foi realizado em área agrícola do município de Ribeirão Preto, estado de São Paulo. O delineamento foi em faixas com quatro tratamentos e 6 repetições, totalizando 24 parcelas. Os tratamentos, com doses do produto Vitasoil, avaliados foram: T1 - Tratamento controle (testemunha); T2 - 3 g ha-1 (semeadura) + 5 g ha-1 (30 DAS); T3 - 3 g ha-1 (semeadura) + 5 g ha-1 (30 DAS) + 5 g ha-1 (60 DAS); T4 - 5 g ha-1 (semeadura) + 7,5 g ha-1 (30 DAS) + 7,5 g ha-1 (60 DAS). As variáveis analisadas foram altura e largura das plantas, biomassa da parte aérea e da raiz, sendo que as avaliações foram feitas aos 45, 60, 80, 90 e 110 DAS (dias após a semeadura). Os tratamentos com aplicação do bioativador Vitasoil foram os que apresentaram maiores valores de altura, largura de planta e matéria seca de parte aérea. Para a matéria seca de raiz, o tratamento controle apresentou maiores valores em três dos cinco dias avaliados. São necessários mais estudos para definir qual a dose do produto permite atingir maior desenvolvimento dos parâmetros biofísicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-10-14

Edição

Seção

Anais do XVII Encontro Sobre a Cultura do Amendoim