South American Sciences https://southamericansciences.com.br/index.php/sas <p>A <strong>South American Sciences (ISSN 2675-7222) </strong>tem como missão democratizar a divulgação e o acesso ao conhecimento científico na América do Sul, estabelecendo-se como um importante canal de comunicação científica, com foco na agilidade no processo de revisão por pares, com respeito aos padrões éticos exigidos e a qualidade dos conteúdos publicados. Sobretudo, em disponibilizar aos pesquisadores a possibilidade de publicação a um custo acessível e promover o <strong>acesso aberto</strong> a conteúdos científicos de qualidade.</p> SAS pt-BR South American Sciences 2675-7222 <p>Autores concordam com os seguintes termos:</p> <p>a) Os autores mantêm os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença<em>Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International</em>, que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial na <strong>Revista SAS</strong>. A licença permite o uso, a distribuição e a reprodução irrestrita, em qualquer meio, desde que devidamente citada a fonte. Essa licença permite também que outros remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho para fins não comerciais, desde que atribuam a você o devido crédito e que licenciem as novas criações sob termos idênticos.</p> <p>b) Não cabe aos autores compensação financeira a qualquer título, por artigos ou resenhas publicados na South American Sciences.</p> <p>c) Os conceitos expressos nos artigos publicados na South American Sciences são de inteira responsabilidade de seus autores.</p> <p></p> Avaliação da atenção primária à saúde para hipertensos: estudo transversal https://southamericansciences.com.br/index.php/sas/article/view/166 <p><strong><em>Objetivo: Verificar a qualidade da Atenção Primária à Saúde na percepção dos usuários hipertensos, de uma quadra na região norte de Palmas-TO, por meio do Primary Care Assessment Tool. Método: Estudo transversal descritivo, de abordagem quantitativa, realizado com 120 usuários hipertensos que continham idade &gt; 18 anos. Resultados: Os atributos com maiores médias foram grau de filiação com serviço de saúde e utilização. Em contraste, os menores escores médios foram encontrados em acessibilidade e serviços prestados. A média do escore essencial e escore geral foram abaixo do ponto de corte, indicando fraca orientação da Atenção Primária à Saúde. Conclusão: A percepção dos hipertensos sobre a Atenção Primária à Saúde mostra uma situação de fragilidade. Assim faz-se necessário melhorar o desempenho desses atributos, mediante uma atuação integrada e resolutiva na promoção, prevenção e recuperação da saúde.</em></strong></p> Eduardo Espíndola Sousa Layza Kayna Miranda-da-Silva Ricardo Milhomem Costa André Pontes Silva Mirian Cristina dos Santos Almeida Erika da Silva Maciel Fernando Rodrigues Peixoto Quaresma Copyright (c) 2022 Eduardo Espíndola Sousa , Layza Kayna Miranda-da-Silva , Ricardo Milhomem Costa , André Pontes Silva, Mirian Cristina dos Santos Almeida , Erika da Silva Maciel , Fernando Rodrigues Peixoto Quaresma https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2022-02-14 2022-02-14 3 1 e22166 e22166 10.52755/sas.v3i1.166 Avaliação agronômica de genótipos de amendoim na mesorregião do Centro Goiano https://southamericansciences.com.br/index.php/sas/article/view/169 <p><strong><em>Os estudos de adaptação de cultivares são fundamentais para que se faça a identificação e recomendação dos materiais mais promissores para as diferentes Regiões do Brasil. O presente trabalho teve como objetivo a avaliação agronômica de genótipos de amendoim na mesorregião do Centro Goiano. O experimento foi realizado na área experimental da EMBRAPA Arroz e Feijão, localizado no município de Santo Antônio de Goiás-GO, no ano agrícola 2020/21. A semeadura foi realizada manualmente, no dia 10 de dezembro de 2020. Os tratamentos constaram de dez genótipos, sendo oito linhagens (1876 OL, 2101 OL, 2010 OL, 2110 OL, 2131 OL, 2136 OL, 2056 OL e 2250 OL), uma cultivar (BRS 423 OL), desenvolvidas pelo PMA da EMBRAPA e uma cultivar Argentina da El Carmen (Granoleico). Foi utilizado delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições. Houve variabilidade de granulometrias dos grãos para os diferentes genótipos. A menor nota de severidade foi obtida na cultivar BRS 423 OL, que além disso encontra-se entre as mais produtivas do estudo, juntamente com as linhagens 1876 OL, 2101 OL, 2010 OL e 2110 OL. </em></strong></p> Maxuel Fellipe Nunes Xavier Jair Heuert Taís de Moraes Falleiro Suassuna Copyright (c) 2022 Maxuel Fellipe Nunes Xavier, Jair Heuert, Taís de Moraes Falleiro Suassuna https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2022-04-23 2022-04-23 3 1 e22169 e22169 Editorial https://southamericansciences.com.br/index.php/sas/article/view/170 Edimar Rodrigues Soares Copyright (c) 2022 Edimar Rodrigues Soares https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2022-02-14 2022-02-14 3 1 e22170 e22170 10.52755/sas.v3i1.170