Monitoramento de perdas quantitativas no recolhimento de amendoim

Autores

  • Armando Lopes de Brito Filho Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (Ciência do Solo), Universidade Estadual Paulista, Campus Jaboticabal, e-mail: armando.brito@unesp.br http://orcid.org/0000-0002-8053-0399
  • Jarlyson Brunno Costa Souza Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (Produção Vegetal), Universidade Estadual Paulista, Campus Jaboticabal, e-mail: jarlyson.brunno@unesp.br. http://orcid.org/0000-0001-8556-5665
  • Samira Luns Hatum de Almeida Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (Produção Vegetal), Universidade Estadual Paulista, Campus Jaboticabal, e-mail: samira.lh.almeida@unesp.br. http://orcid.org/0000-0001-6900-1616
  • Tulio Mazetti Marra Engenheiro de Biossistemas, Universidade de São Paulo, e-mail: tulio.marra@usp.br. https://orcid.org/0000-0002-2689-225X
  • Franciele Morlin Carneiro Pós-Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (Produção Vegetal), Universidade Estadual Paulista, Campus Jaboticabal, e-mail: franciele.morlin@unesp.br. http://orcid.org/0000-0003-0117-7468
  • Rouverson Pereira da Silva Prof. Dr. Livre-Docente da UNESP/FCAV (Produção Vegetal), Jaboticabal-SP, e-mail: rouverson.silva@unesp.br. http://orcid.org/0000-0001-8852-2548

DOI:

https://doi.org/10.17648/sas.v1i1.79

Palavras-chave:

Arachis hypogaea L. , Cartas de controle, Colheita mecanizada

Resumo

Dentre as operações agrícolas, a colheita mecanizada é a etapa final que merece muita atenção por afetar diretamente na produtividade, ou seja, quanto maior for a quantidade de perdas haverá reduções de produtividade e o aumento de custos. Assim análises estatísticas como o Controle Estatístico de Qualidade (CEQ) está sendo aplicado na agricultura e tem demonstrado grande potencial para a melhoria da gestão dos sistemas agrícola bem como nas tomadas de decisão. Com este trabalho, objetivou-se monitorar a qualidade operacional da colheita mecanizada do amendoim, durante o recolhimento, por meio do CEQ, e quantificar as perdas totais com a utilização da armação retangular. O experimento foi realizado, em área comercial, na safra 2019/2020, no município de Ribeirão Preto, estado de São Paulo, localizado nas coordenadas geográficas 21°20'17.55"S e 47°54'7.31"O. O amendoim foi semeado em sistema de Meiosi (Método Inter Ocupacional Simultâneo). O delineamento experimental seguiu as premissas do CEQ, monitorando, ao longo do tempo, 20 pontos amostrais que foram distanciados entre si com 80 m de comprimento. O indicador de qualidade avaliado, durante o recolhimento, foram as perdas totais que foram quantificadas por meio da armação retangular, possuindo as seguintes dimensões 5,4 m de largura por 0,37 m de comprimento. A análise estatística foi executada por meio das ferramentas do CEQ, que foram: cartas de controle de valores individuais, gráficos sequenciais ou run charts e análise descritiva. Concluiu-se que por meio da aplicação das ferramentas de qualidade permitiu o maior acompanhamento e monitoramento da operação, em que não houve presença de causas especiais e nem de padrões de não aleatoriedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-10-14

Edição

Seção

Anais do XVII Encontro Sobre a Cultura do Amendoim