Qualidade da aquisição do NDVI na cultura do amendoim utilizando sensores terrestres

Autores

  • Jarlyson Brunno Costa Souza Mestrando do Programa de Pós Graduação em Agronomia (Produção Vegetal) - Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”,Jaboticabal, São Paulo – Instituição, jarlyson.brunno@unesp.br https://orcid.org/0000-0001-8556-5665
  • Armando Lopes de Brito Filho Mestrando do Programa de Pós Graduação em Agronomia (Ciência do solo) - Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”,Jaboticabal, São Paulo, armandolopes9@hotmail.com https://orcid.org/0000-0002-8053-0399
  • Samira Luns Hatum De almeida Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Agronomia (Produção Vegetal) - Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”,Jaboticabal, São Paulo, samiraluns@hotmai.com https://orcid.org/0000-0001-6900-1616
  • Franciele Morlin Carneiro Pós-Doutorando do Programa de Pós Graduação em Agronomia – Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”,Jaboticabal, São Paulo, franmorlin1@gmail.com https://orcid.org/0000-0003-0117-7468
  • Adão Felipe do Santos Pós-Doutorando do Programa de Pós Graduação em Agronomia – Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”,Jaboticabal, São Paulo, adaofeliped@gmail.com https://orcid.org/0000-0003-3405-5360
  • Rouverson Pereira da Silva Prof. Dr. Livre Docente da Unesp/FCAV rouverson@gmail.com https://orcid.org/0000-0001-8852-2548

DOI:

https://doi.org/10.17648/sas.v1i1.83

Palavras-chave:

Sensoriamento remoto, agricultura de precisão, GreenSeeker, OptRx

Resumo

O Sensoriamento Remoto tem muitas aplicações que podem ser abordadas, dentre elas, a avaliação do estádio fenológico, estimativa da produtividade e da biomassa da cultura, e o monitoramento do vigor das plantas e de estresse hídrico. O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento do NDVI e qualidade dos sensores proximais na obtenção de informações para a cultura do amendoim. O experimento foi realizado em fazenda comercial localizada no município de Ribeirão Preto – SP. O delineamento experimental foi baseado nas premissas do Controle Estatístico de Processo (CEP) compreendendo 30 pontos amostrais com malha 30 x 30 m. Durante o desenvolvimento da cultura foram realizadas avaliações aos 45, 65, 75 e 85 dias após semeadura (DAS).  O NDVI foi adquirido com o auxílio dos sensores de dossel GreenSeeker e OptRX. A análise da variabilidade da reflectância e dos índices de vegetação (IVs) da cultura do amendoim foi realizada por meio de cartas de controle de valores individuais. Em 75 e 85 DAS, estão agrupados acima ou abaixo da média na carta de valores individuais para os dois tipos de sensores, ou seja, houve baixa variabilidade na área experimental. Aos 45 DAS, foi observado amplitude de variação maior para os sensores GreenSeeker e OptRx. Essa variabilidade temporal pode estar relacionada ao estádio de desenvolvimento do amendoim. Para o monitoramento temporal da cultura do amendoim por meio das cartas de controle, os dois sensores mostraram potencial e qualidade de leitura ao longo do tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-10-14

Edição

Seção

Anais do XVII Encontro Sobre a Cultura do Amendoim