Seletividade de formulações e doses de 2,4-D para cultivares de amendoim

Autores

DOI:

https://doi.org/10.52755/sas.v2iedesp2.155

Palavras-chave:

Arachis hypogaea L., Herbicidas, Interferência, Intoxicação, Plantas daninhas

Resumo

A interferência de plantas daninhas na cultura do amendoim é um dos principais fatores limitantes do crescimento, desenvolvimento e produtividade da cultura. Em virtude disso, a busca por alternativas para o controle de plantas daninhas é necessária para realização do manejo da cultura. Desta forma, objetivou-se avaliar os efeitos fitotóxicos de diferentes formulações comerciais e doses de 2,4-D em genótipos de amendoim rasteiro. Os genótipos estudados foram: IAC-OL3, IAC-870, IAC-505 e IAC-OL4. Para isso, o experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições, em esquema fatorial 2 x 8 (formulações comerciais x doses). As doses isoladas de 2,4-D aplicadas foram: 0, 228, 456, 910 e 1370 g e.a. ha-1, aos 25 dias após a emergência (DAE), e as sequenciais foram: 114+228, 228+228, 228+456 g a.i. ha-1, aplicadas aos 25 e 40 DAE. A fitointoxicação foi avaliada visualmente aos 7, 14, 21, 28 e 35 dias após a aplicação dos tratamentos (DAA). Aos 35 DAA foram determinados o comprimento da haste principal, número de ramos primários, comprimento do ramo primário mais desenvolvido e massa seca da parte aérea, raiz e total. Constatou-se que as plantas submetidas às maiores doses apresentaram intoxicação inicial alta. Além disso, observou-se comportamento morfológico diferencial entre os genótipos. Independente do tipo de formulação do herbicida (sal de colina e sal de amina), a aplicação de 2,4-D nas doses 228, 456, 114+128; 228+228 g e.a. ha-1 não foram fitotóxicas. Por outro lado, as doses 1370; 910 e 228+456 g e.a. ha-1 foram fitotóxicas para as cultivares estudados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Souza Oliveira, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Universidade Estadual Paulista - FCAV-UNESP, Campus Jaboticabal, Departamento de Biologia Aplicada a Agropecuária. E-mail: tsouza_oliveira@hotmail.com.  

Willians César Carrega , Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", UNESP

Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", UNESP, Jaboticabal, São Paulo. E-mail: willianscesar@hotmail.com.  

Anne Elise Cesarin, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", UNESP, Jaboticabal, São Paulo. E-mail: annecesarin@gmail.com.  

Arthur Arrobas Martins Barroso, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", UNESP, Jaboticabal, São Paulo. E-mail: arthuragro07@hotmail.com.  

Pedro Luis da Costa Aguiar Alves, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", UNESP, Jaboticabal, São Paulo. E-mail: pl.alves@unesp.br.  

Publicado

2021-09-30