Produtividade de vagens e aflatoxina para amendoim cultivado sob diferentes manejos de solo na renovação de canavial no sistema MEIOSI

Autores

DOI:

https://doi.org/10.52755/sas.v2iedesp1.136

Palavras-chave:

Arachis hypogaea L, semeadura direta, escarificador, perdas na colheita

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi estudar o efeito de três manejos do solo: convencional, reduzido e sem preparo (semeadura direta) para a cultura do amendoim cv. IAC-503 semeado em sucessão com cana-de-açúcar no sistema MEIOSI, sobre as características agronômicas, produtividade e aflatoxina nos grãos colhidos. O ensaio foi realizado na safra 2020/2021 no município de Planalto (São Paulo, Brasil) sob área de cana-de-açúcar colhida crua, usando delineamento experimental de blocos casualizados, com três preparos do solo (convencional, reduzido com subsolador e semeadura direta) e sete repetições. Nenhuma diferença estatística foi verificada entre os tratamentos para produtividade de vagens. Por outro lado, as maiores perdas de vagens foram verificadas no preparo com escarificador e os maiores níveis de afaltoxina foram verificados na semeadura direta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Olavo Betiol, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Eng. Agrônomo, Mestrando em Agronomia, – FCAV/Unesp, olavobetiol96@gmail.com

Rodrigo Valochi, FLA Produções Agrícolas

Eng. Agrônomo, – FLA Produções Agrícolas rodrigo@flaagricola.com.br. 

Marcos Doniseti Michelotto, Apta, Polo Centro Norte, Pindorama, SP.

Dr., Pesquisador Científico – Apta, Polo Centro Norte, Pindorama, SP, marcos.michelotto@sp.gov.br.

Carlos Eduardo Angeli Furlani , Universidade Estadual Paulista - UNESP

Dr., Professor adjunto – FCAV/Unesp E-mail: furlani@fcav.unesp.br.

Denizart Bolonhezi, Instituto Agronômico de Campinas -Centro de Cana, Ribeirão Preto, SP.

Dr., Pesquisador Científico – IAC, Centro de Cana, Ribeirão Preto, SP, denizart@iac.sp.gov.br

Publicado

2021-09-30

Edição

Seção

Anais do XVIII Encontro Sobre a Cultura do Amendoim - 2021